• Centro Postural

Fisioterapia Domiciliar (Home Care)

Atualizado: Jul 27

O que é Home Care?


O serviço de Home Care teve origem nos Estados Unidos em Nova York no Memorial Hospital, com o professor Bluestone. A modalidade foi desenvolvida como alternativa aos custos elevados das internações hospitalares por iniciativa dos próprios hospitais, por causa das pressões do governo e dos seguros de saúde.


No Brasil, a prática de home care proporciona a monitorização e acompanhamento dos pacientes que exigem cuidados específicos, obtendo redução dos custos e melhora na qualidade de vida do paciente e da sua família.




A fisioterapia domiciliar é uma opção de reabilitação que tem crescido muito em diversos países, inclusive no Brasil.



Por que optar por Fisioterapia Domiciliar?


Diversos são os motivos para se optar por esta modalidade de atendimento que vão desde uma incapacidade físico- funcional, restrição ao leito, até a comodidade e praticidade que a fisioterapia domiciliar proporciona ao paciente e sua família.


Nos grandes centros, a crescente desta modalidade se vê devido aos grandes congestionamentos nas vias da cidade, evitando deslocamentos e otimizando o tempo do paciente. Além disso, há ainda casos em que o paciente se encontra restrito ao leito, exigindo maior demanda da família no auxílio do seu deslocamento ao atendimento fisioterapêutico na clínica.



E como funciona um atendimento de Fisioterapia Domiciliar?


Assim como no atendimento na clínica, o fisioterapeuta deve iniciar seus atendimentos com uma avaliação minuciosa do caso, incluindo uma vistoria residencial, oferecendo assim uma melhor adaptação e qualidade de vida ao paciente. A abordagem dos cuidados domiciliares exige deste profissional uma imagem mais ampla, inserindo-se em um contexto onde as atividades diárias de um paciente e, muitas vezes, a rotina familiar ou de outros profissionais que atuam na casa possam ter uma interligação diretamente com a conduta especificada a cada caso.


Vale ressaltar que, em um atendimento domiciliar, a atuação mais próxima da família e dos cuidadores em geral vai além das rotinas diárias e estreita o elo entre o profissional fisioterapeuta e estes outros personagens que também podem e devem fazer parte do tratamento.


O atendimento domiciliar personalizado permite:

  1. Individualizar o serviço, diminuindo o risco de iatrogenias.

  2. Desenvolver ações cuidativas na privacidade e segurança que o domicílio do paciente oferece.

  3. Permitir ao paciente e a família um maior controle sobre o processo de tomada de decisões.

  4. Desenvolver uma parceria entre a equipe de saúde e o paciente no alcance de metas estabelecidas.

  5. Garantir cuidados e insumos mínimos com economia de hotelaria, redução de internações e reinternações, disponibilização de leitos hospitalares, resultando em diminuição de custos de assistência.

Além de todos estes fatores citados acima, ainda podemos descrever algumas vantagens a mais, dentre as quais a não necessidade de locomoção do paciente até o seu local de tratamento, a escolha do melhor horário adaptado a sua rotina, o conforto por estar em seu ambiente, a proximidade da família e o mais importante, a eficácia e agilidade em apresentar resultados por ser um tratamento totalmente individualizado e personalizado.




Hoje em dia, com o aparecimento da COVID-19, houve uma crescente evolução destes atendimentos principalmente devido à segurança que o ambiente domiciliar proporciona a seus clientes. Muitos pacientes em tratamento em clínicas de fisioterapia optaram por receber seus fisioterapeutas em casa, evitando assim seu contato com outras pessoas e mantendo o isolamento social tão destacado nestes últimos tempos.


Para atender toda essa demanda e, principalmente, todo cuidado e cautela que este momento exige, os profissionais vêm se inteirando de medidas de segurança, como uso de EPI´s (equipamento de proteção individual), favorecendo assim maior proteção e tranquilidade a seus pacientes.


Com essas novas rotinas, a população que já era usuária de tratamentos fisioterapêuticos, em geral, pôde entender da comodidade e segurança de uma atendimento domiciliar e que este não precisa ser necessariamente realizado em pacientes crônicos, acamados e com doenças instauradas e mais complexas, mas também pode ser uma excelente opção para prevenção e tratamento de lesões e afecções de indivíduos saudáveis que, por algum motivo qualquer, queiram e prefiram ser atendidos em sua residência.


Referências:

1) SILVA, L.W.S.; DURÃES A.M.; AZOUBEL, R.; Home physical therapy care: review of the state of art from Niefam;

2) PEREIRA, P.B.A. Atenção domiciliar e produção do cuidado: apostas e desafios atuais. 134 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Universidade de São Paulo, São Paulo. 2014.

3) OLINARI, J.C. Home care – estrutura, funcionamento e fisioterapia. 49 f. Trabalho de conclusão de curso (Bacharel em Fisioterapia) – Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium, Lins. 2007;

4) MOURA, D.S et al. Fisioterapia no atendimento domiciliar: enfrentamento e desafios dos profissionais. Id On Line Ver. Multidisciplinar e de Psicologia., Curitiba, 12, n. 39, p. 71-83, 2018.



16 visualizações

Contato

Email: ‍contato@centropostural.com.br

Local: Rua Barata Ribeiro, 490, CJ 94, Bela Vista

Telefone Fixo: (11) 3798-3336

Mobile: (11) 94538-0909

© 2020 por Descomunique.

Centro de integração postural